Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
HOMENAGEM

Ministro faz entrega de comendas da Ordem do Mérito do Trabalho Getúlio Vargas

Foram condecorados o ministro Gilberto Occhi, os senadores Maria do Carmo Alves e Ricardo Ferraço, o deputado federal Alex Canziani, o ministro-conselheiro da França no Brasil, Gilles Pécassou, o presidente da Federação Espírita Brasileira, Jorge Godinho Barreto Nery, o empresário André Leandro Magalhães e três servidores do Ministério do Trabalho

  • Publicado: Quarta, 05 de Dezembro de 2018, 17h46
  • Última atualização em Quarta, 05 de Dezembro de 2018, 17h54
  • Acessos: 489
Edu Andrade/ASCOM/Ministério do Trabalho
imagem sem descrição.

 O ministro do Trabalho, Caio Vieira de Mello, conduziu uma cerimônia de entrega da comenda da Ordem do Mérito do Trabalho Getúlio Vargas em cerimônia nesta quarta-feira (5), em Brasília. A homenagem reconhece a atuação direta ou indireta de pessoas que contribuem para o desenvolvimento do trabalho no país.

O ministro da Saúde, Gilberto Occhi, foi condecorado no título de Grã Cruz, o mais alto grau da Ordem. A medalha de Grande Oficial foi concedida à senadora Maria do Carmo Alves (DEM/SE), ao senador Ricardo Ferraço (PSDB/ES), ao deputado federal Alex Canziani (PTB/PR), ao ministro-conselheiro da França no Brasil, Gilles Pécassou, e ao presidente da Federação Espírita Brasileira, Jorge Godinho Barreto Nery. No grau de Comendador foi concedida medalha ao empresário André Leandro Magalhães. Os servidores do Ministério do Trabalho Mário César Chaves, Marcos Aurélio de Oliveira e Virgílio Bento da Silva foram condecorados no grau de Cavaleiro.

A Ordem do Mérito do Trabalho Getúlio Vargas é conferida a empregadores, trabalhadores, servidores públicos, personalidades e instituições nacionais e estrangeiras que sejam merecedores de reconhecimento nacional por sua atuação no desenvolvimento do campo de trabalho, na produção do bem-estar social, especialmente em prol da produtividade, da organização sindical, do justo salário, da colocação de mão de obra, da qualificação profissional, da saúde e da segurança do trabalho.

Ao fim da solenidade, os condecorados receberam os cumprimentos na Sala da Galeria dos Ex-ministros do Ministério do Trabalho e fotografaram ao lado do busto do primeiro ministro do Trabalho, Lindolfo Collor, que esteve à frente do então Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio, de 26 de novembro de 1930 a 4 de abril de 1932.  


Ministério do Trabalho
Assessoria de imprensa
imprensa@mte.gov.br
(61) 2021-5449

registrado em:
Fim do conteúdo da página