Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Conselho Nacional do Trabalho > Últimas notícias > Câmara aprova em 1º turno texto-base da PEC da Nova Previdência
Início do conteúdo da página

Vídeos

        

Notícias CNT

Brasil tem sétimo mês positivo na geração de empregos

Divulgados nesta quinta-feira, dados do Caged mostram criação de 70.852 novos postos de trabalho com carteira assinada

Atendimento da Previdência e do Trabalho será unificado em 16 cidades

Portaria da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho estabelece que unidades de atendimento descentralizadas funcionarão em conjunto

Aviso de pauta

Dados do Caged de outubro serão divulgados às 15h desta quinta-feira. A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia divulga nesta quinta-feira (21) os resultados de outubro do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Todas as informações estarão disponíveis às 15h no www.trabalho.gov.br. Não haverá coletiva de imprensa. O que: Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de outubroQuando: quinta-feira (21), às 15hOnde: www.trabalho.gov.br

Após votação dos destaques pelos deputados, proposta será analisada em segundo turno

O texto-base da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 06, que propõe mudanças no sistema previdenciário, foi aprovado na noite desta quarta-feira (10) em primeiro turno no plenário da Câmara dos Deputados. Foram 379 votos a favor e 131 contrários. 

“Essa não é uma pauta de governo. É uma pauta de Estado, uma pauta da sociedade”, disse o secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, logo após a votação. 

Na manhã desta quinta-feira (11), a Câmara deve retomar sessão em plenário para analisar os destaques, com votação do segundo turno previsto para ocorrer até o final desta semana. Depois disso, o texto seguirá para o Senado Federal. 

“O desfecho desse processo vai nos dar previsibilidade, segurança jurídica, confiança, para que os empreendedores, os investidores locais e de fora do país tomem a decisão de voltar a investir no Brasil”, disse Marinho. A PEC 06 foi apresentada ao Congresso em 20 de fevereiro. Além de equilibrar as contas públicas, meta é estabelecer um sistema previdenciário justo, sustentável e que assegure a aposentadoria das futuras gerações. 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página