Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Combate à Informalidade
Início do conteúdo da página

Combate à Informalidade

Publicado: Segunda, 14 de Setembro de 2015, 15h52 | Última atualização em Segunda, 14 de Setembro de 2015, 15h53 | Acessos: 72382

Depois do trabalho análogo ao de escravo e do trabalho infantil, a informalidade apresenta-se como a chaga social mais nefasta para o mundo do trabalho, capaz de permear seus efeitos deletérios em toda a sociedade.

Embora os alarmantes índices de informalidade tenham obedecido a uma tendência decrescente ao longo dos anos, é fato que os números atuais ainda geram um incômodo social catalisador de políticas públicas tendentes a combater a informalidade no mercado de trabalho no país.

Embasada nessa premissa, a Secretaria de Inspeção do Trabalho (SIT) apresenta o Plano Nacional de Combate à Informalidade dos Trabalhadores Empregados, lançado em 22 de maio de 2014 pelo Ministro do Trabalho e Emprego, a partir do qual foram reunidas diversas medidas a serem implementadas de forma planejada e coordenada para se combater a informalidade do emprego assalariado no Brasil.

registrado em:
Fim do conteúdo da página