Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Nova Previdência assegura que os trabalhadores rurais terão acesso aos benefícios previdenciários
Banner Ministério da Economia
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Nova Previdência assegura que os trabalhadores rurais terão acesso aos benefícios previdenciários

Secretário especial adjunto de Previdência e Trabalho participou de audiência pública na Câmara dos Deputados

  • Publicado: Quarta, 22 de Maio de 2019, 19h35
  • Última atualização em Quinta, 30 de Maio de 2019, 16h20
  • Acessos: 747

A Nova Previdência assegura que os trabalhadores rurais terão acesso aos benefícios previdenciários e que as peculiaridades da atividade serão respeitadas, destacou nesta quarta-feira (22) o secretário especial adjunto de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Bianco. Ele participou de audiência pública na Comissão Especial da Câmara dos Deputados que analisa a Proposta de Emenda à Constituição 06/2019, a PEC da Nova Previdência.

A Nova Previdência prevê a idade mínima de 60 anos e 20 anos de contribuição para aposentadoria rural. “O trabalhador rural é importante para o Brasil e está sendo prestigiado na PEC. Ele está com a melhor condição, seja do ponto de vista previdenciário de regras, seja do ponto de vista contributivo, de tributos. A longevidade do trabalhador rural é muito próxima do trabalhador urbano. Ambos vivem em média 79 anos, segundo dados do INSS, baseado no tempo de cessação do benefício”, explicou Bianco.

Segundo o secretário, o ajuste previdenciário envolve todos, tanto os trabalhadores rurais quanto os trabalhadores urbanos. "O trabalhador rural estará incluído no sistema e terá direito a todos os benefícios previdenciários. São regras diferenciadas para o Regime Geral de Previdência Social, com menos tempo de contribuição e também de idade mínima de aposentadoria”, disse.

Bruno Bianco explicou que a contribuição previdenciária considerará o grupo familiar, como um todo, e não mais cada contribuinte. “Com a contribuição o rural estará incluído no sistema. Uma vez incluído terá direito a todos os benefícios previdenciários”, explicou.

Durante o debate, a presidente da Fundação Jorge Duprat Figueiredo, de Segurança e Medicina do Trabalho (Fundacentro), Marina Brito Battilani, reforçou a importância da Nova Previdência para o trabalhador brasileiro. “É preciso entender que as mudanças propostas pelo governo visam garantir uma proteção ao trabalhador rural, não só para o fim da vida, mas em toda a sua vida laboral”, afirmou.

 

Ministério da Economia
Secretaria Especial de Previdência e Trabalho
Indiara Oliveira
imprensa@mte.gov.br 
(61) 2031 - 5119

registrado em:
Fim do conteúdo da página